Runner da semana - Paulo R.

23:25 Rafaela Marreiros 0 Comments


Hello everyone,
A ideia do post de hoje é de trazer para o blog toda semana uma entrevista com algum corredor, amador, profissional, de rua, de areia, de neve, de montanha....enfim, qualquer um que tenha escrito uma história com a corrida, seja ela de superação, de prazer, de competição, de paixão, e que de alguma forma tenha encontrado nela, algo especial.
O primeiro runner da semana, é Paulo R., fundador e responsável técnico do grupo de corrida no qual participo a Pro Runner, um ótimo profissional e incentivador de seus alunos. Eu que o diga, pois quando corro às 5:40 da manhã com “aquela” disposição e semblante de zumbi, ele grita “acorda Rafaela”, rsrs...e aí, tento acordar e correr direito. Com um dia que não possui 24 horas, pois para ele o dia só pode ter 48 horas, para dar conta de mais de 100 alunos e além de cuidar de si e de sua família. Foi aí que eu curiosa lhe perguntei, assim que nos conhecemos: “como você faz então para dar conta de tudo isso?”, ele calmo respondeu: “desprendimento, Rafaela, desprendimento”.
Confiram essa entrevista bem bacana e cheia de boas histórias e informações para quem está querendo começar a correr, ou ainda é iniciante.
Espero que gostem.

Maratona do Ushuaia, Patagônia, Argentina

O que te motivou a começar a correr e há quanto tempo você corre?
O que me levou ou incentivou a iniciar meus treinos no mundo da corrida foi a necessidade do otimizar meu sistema cardiorrespiratório, que na época tinha deficiência por não treiná-lo como deveria, optando em fazer somente a musculação. Eu treino desde de 2005, há exatamente 9 anos.

Você está no comando da Pro Runner Assessoria Esportiva há 6 anos. O que te levou a criá-la?
 A simples observação que não existia nenhum profissional ou assessoria no estado que trabalhasse com o treinamento de corrida de rua, especificamente.

Quantas competições já participou?
Já formam mais de 40 competições entre maratonas, meias maratonas, 10k e 5k.


     Maratona de Curitiba

Qual foi a mais marcante pra você? Por quê?
A mais importante foi a última maratona, que foi a k42 em La Angostura, na Argentina. A k42 é a maior série de maratona de montanha do mundo e a última etapa é a de La Angostura. Uma prova realizada numa pequena e aconchegante vila a 100 km de Bariloche, com aproximadamente 12.000 pessoas. Foi uma prova duríssima, pois ela inicia com piso de concreto, trilha de barro, bosque com areia vulcânica e passando pela neve também. Ela chega a 2.700 m, quando atinge o ápice da altimetria. Um verdadeiro desafio pessoal...



                                                                 K42

 Me lembro que assim que nos conhecemos você me falou que iria participar da Ultramaratona de Comrades na África do Sul em 2015. Quando você começou a me falar de como era a prova e quantos quilômetros você teria que correr, nossa, confesso que pensei “gente, essa pessoa não pode bater bem da cabeça”. Pra quem não sabe, a Comrades é a ultramaratona maior e mais antiga do mundo percorrendo uma distância de aproximadamente 90km (um dia quem sabe meu Deus) entre a capital de Kwazulu-Natal Província da África do Sul, Pietermaritzburg e a cidade costeira de Durban. Tendo em vista a loucura que é uma ultramaratona e os desafios de se correr quase 90km, você poderia falar um pouco da sua rotina de preparação para essa competição, e o porquê de ter escolhido ela especificamente.
A Comrades é a mais famosa das Ultramaratonas, com suas particularidades ímpares como nos anos ímpares(2015), por exemplo, ela sobe 87 km e nos anos pares(2016), ela desce 89 km e essa entre outras particularidades faz dela um atrativo para mais de 15.000 atletas todos os anos. Quem a corre dois  anos consecutivos, ganha três medalhas, duas referente aos dois anos consecutivos e uma terceira chamada Back to Back, e a maior de todas as particularidades é quem corre 10 anos consecutivos ganha o Green Number, que só esse atleta pode usar esse número a partir daquela data. Com relação a minha preparação, ela consiste em dois dias de musculação, 4 dias de corrida, sendo que dois dias eu treino em dois turnos, numa média de 70 km a 90 km semanal, dependendo da fase, da periodização e uma média de 6 a 8 refeições diárias a base de carboidrato.




                                               Medalha de participação da K42

Nos últimos anos tem aumentado o número de corredores ao redor do mundo todo, com idades, condições físicas e motivações diferentes. Para os corredores iniciantes ou os que queiram começar a correr, quais são as dicas básicas que todo corredor deve saber?
A princípio, procurar realizar uma avaliação médica, seguida de uma avaliação física realizada por um profissional de educação física, com significativa experiência em avaliação.  Depois, procurar uma assessoria ou um profissional de educação física com experiência em treinamento de corrida de rua, para iniciar seu treinamento específico e sem esquecer da musculação, para poder dar um excelente suporte na prevenção de possíveis lesões.

A alimentação é um fator importantíssimo (eu que o diga), na vida de qualquer pessoa. Mas, quando se pratica uma atividade física de alta intensidade como a corrida, deve-se manter uma alimentação ainda mais regrada. Como é sua rotina de alimentação? Você é daqueles que se policia ou come de tudo um pouco?
Bem, a alimentação é um fator importantíssimo independente do esporte que o indivíduo pratica e quando se fala em esporte de endurance de longa e ultra distância a mesma deverá ter um cuidado especial. A mais de 6 meses sou acompanhado por uma excelente nutricionista da área do esporte, A Mariana Escanho, que está sempre [prescrevendo e supervisionado minha nutrição regularmente. Minha alimentação é a base de carboidrato de baixo e médio índice glicêmico e uso muito pouco ou quase nada de suplemento, sempre priorizando uma alimentação natural, que é a base de tudo.

No mundo da corrida, existe alguém em quem se inspira?
Apesar de ser formado em Educação Física e pós-graduado em fisiologia do esporte e ser treinador de mais de cem alunos, sou da seguinte teoria que ninguém sabe de tudo e desde de 2010, tenho sido treinado sob a supervisão do Valmir Nunes, que além de ser meu treinador, é considerado pela grande imprensa especializada, como o maior ultramaratonista do mundo e de todos os tempos, sendo vencedor e recordista das maiores e mais difíceis ultramaratonas do mundo. Spartathlon (246k/Grécia), Badwater (217k/EUA), entre outras. Ele é minha fonte de inspiração e exemplo de vida, quando se diz respeito a existência de limite para o homem, quando se tem vontade de vencer.

Como ultramaratonista, você tem alguma meta que almeja ser alcançada ou alguma competição a qual ainda deseja participar?

Inúmeras, como as 100 milhas(160k) de Búfalo, na neve com 25 graus negativos e a própria Spartathlon na Grécia(246k), além de algumas provas de 24 horas de duração.


Em poucas palavras defina: o que é a corrida pra você?

Um estilo de vida único, em que a nossa superação pessoal é colocada sempre a prova.  Uma atividade que a integração e confraternização social é um dos fatores mais significativos e apaixonantes.

0 comentários: