Motivação da semana: Gabriela Pinho

21:50 Rafaela Marreiros 0 Comments


Hello people!
Vamos de post motivacional hoje?! 
A motivação de hoje vem da minha aluna linda Gabriela Pinho, que compartilha conosco sua mudança de estilo de vida bem como sua rotina de treinos, reeducação alimentar, disposição e muita Força de Vontade, porque isso é o que mais importa!
Espero que se inspirem na história da Gabi e que possam começar não hoje (pois já tá tarde....hehe), mas amanhã, a mudarem seu estilo de vida também! ;D 

#noexcuses!



Gabi, você postou uma foto em seu instagram recentemente falando que está satisfeita com seu corpo, mas que você ainda quer mais. A gente nunca está satisfeita com o que tem, né?! E é porque você tem um corpão!! Conte-nos, por que você decidiu mudar seu estilo de vida? O que te motivou a procurar essa mudança?
Na verdade, eu coloco na minha cabeça que ainda não cheguei onde eu quero porque se me declarar como satisfeita, vou acabar relaxando.
Sempre fui muito preocupada com meu estilo de vida, comecei a treinar com 15 anos de idade (hoje tenho 21) e desde então venho melhorando minha alimentação e exercícios.
No momento, meu programa alimentar e de exercícios é para manutenção, porque já conquistei o que queria na estética e na saúde: ser magra, ter definição e um baixo percentual de gordura.




Gabi, você postou uma foto em seu instagram recentemente falando que está satisfeita com seu corpo, mas que você ainda quer mais. A gente nunca está satisfeita com o que tem, né?! E é porque você tem um corpão!! Conte-nos, por que você decidiu mudar seu estilo de vida? O que te motivou a procurar essa mudança?
Na verdade, eu coloco na minha cabeça que ainda não cheguei onde eu quero porque se me declarar como satisfeita, vou acabar relaxando.
Sempre fui muito preocupada com meu estilo de vida, comecei a treinar com 15 anos de idade (hoje tenho 21) e desde então venho melhorando minha alimentação e exercícios.

No momento, meu programa alimentar e de exercícios é para manutenção, porque já conquistei o que queria na estética e na saúde: ser magra, ter definição e um baixo percentual de gordura.



Mudança nenhuma ocorre da noite pro dia, infelizmente ¬¬. Muitos buscam soluções rápidas e “milagrosas” para emagrecer que acabam não fazendo efeito. Em seu caso, qual foi seu primeiro passo após sua decisão de querer mudar?
Não acontecem da noite para o dia mesmo! Meu primeiro passo foi procurar bons profissionais para me ajudar a mudar meus hábitos alimentares e direcionar meus exercícios para meu objetivo.

Vou dar um exemplo, no início do ano passado eu estava com 6 kg a mais do que tenho hoje, no caso, pesava 65 kg e demorei 3 meses para perder esses 6 kg. Aí você me pergunta: “por que esse tempo todo se existem várias dietas que ensinam a perder isso em 1 semana?”. Porque existem as chamadas “massa gorda” e “massa magra” e quando você recorre a uma dieta dessas você acaba perdendo toda a “massa magra” que você demorou um tempão para conquistar... Então, o que eu fiz? Solicitei uma alteração na minha dieta (diminuir carboidratos) e nos meus exercícios (intercalar exercícios de força com exercício aeróbicos). E deu super certo! Hoje tenho meus 59 kg bem distribuídos e “magros”.



Para atingirmos nossos objetivos, muitas vezes precisamos da ajuda de outras pessoas para que ele seja alcançado. Você mencionou em sua postagem no instagram, alguns profissionais que lhe ajudaram a alcançar o resultado que você tem hoje. Na sua opinião, eles foram essenciais para que hoje você possa dizer que se sente satisfeita com seu corpo? Você acha que é possível também atingir um objetivo como o seu sem orientação profissional?
As pessoas que me acompanham foram essenciais nessa conquista, e eu realmente acho que não conseguiria sem elas. Porque quando você tem um planejamento feito especificamente para você, que respeita seus limites, suas condições físicas e psicológicas...é totalmente diferente.
As pessoas hoje em dia têm a mania de pegar dietas e treinos na internet...gente, cada corpo é um corpo! Por exemplo, eu não pego muito pesado no treino, porque tenho labirintite, se eu começar a acelerar demais fico tonta e posso desmaiar (já aconteceu). Aí uma pessoa que não tem esse mesmo problema pega meu treino e vai fazer, é perca de tempo! Você poderia pegar mais pesado, poderia treinar com mais intensidade. Não é porque uma coisa deu certo comigo que vai dar certo para você, tudo tem que ser adaptado de acordo com a sua condição. E digo o mesmo em relação as dietas.





Quão diferente era a Gabi de antes da Gabi de hoje? Que tipo de comida você comia antes que hoje você não pode nem ver em sua frente? O que você se via fazendo antes que hoje você nem imagina fazendo?
A Gabi antes de entrar na academia só comia besteira: refrigerante, salgado, bolos, frituras, etc. Hoje, não me imagino tomando refrigerante (acho uma agressão ao corpo), fritura (fico enjoada só de imaginar) e massas eu fui obrigada a cortar, porque adquiri uma intolerância ao glúten. Pois é, não posso nem pensar em ingerir (em grande quantidade) pão, pizza, salgado e até cerveja (kkkkk). Como dizem minhas amigas “santa intolerância”. E sério, são alimentos que não me fazem a menor falta.


Para se ter um corpão que as inimigas choram...hahaha...você deve seguir uma dieta e uma rotina de treinos bem direcionadas. Conte-nos um pouco sobre sua rotina de treinos e de alimentação mesmo em meio a essa correria louca em que a gente vive.
Em resumo, eu treino 5 x por semana, e como costumo dizer, não tenho uma “dieta”, fiz reeducação alimentar e vou adequando de acordo com o objetivo da vez, porque estou sempre mudando...às vezes quero encher um pouco, as vezes secar, definir mais, etc. Faço oito refeições por dia: café da manhã, lanche da manhã, almoço, lanche da tarde, janta, pré-treino, pós-treino e ceia. E importante, ando SEMPRE com a lancheira e uma garrafa com água, para não ter perigo de comer ou beber besteira.

Em seu instagram ( lá vai eu de novo, rsrs), você mencionou o uso de dois tratamentos estéticos: carboxiterapia e lipocavitação. Em que consiste esses dois tratamentos? Como eles ajudam na obtenção do resultado que todas almejam?
Os procedimentos estéticos que estou fazendo no momento são bem simples e com acompanhamento da fisioterapeuta.
A lipocavitação é um tratamento que utiliza o ultrassom para reduzir a gordura localizada, no meu caso, é feito nas laterais do umbigo (aquela gordurinha insistente), não é um procedimento invasivo, não dói e é rapidinho (20 min.).
Já carboxiterapia, é um procedimento que combate as celulites, estrias e gordura localizada por meio da infusão de gás carbônico, no meu caso, aplico nos glúteos para combater as celulites (que toda mulher tem¬¬), é um procedimento invasivo, dói (um bocado), mas não oferece riscos pois o gás é completamente absorvido pelo corpo.
Eles me dão bons resultados e cabem no bolso, rsrs.




Comecei aqui no blog a chamada “corrente fitness do bem”, inspirada na ideia do filme “A corrente do bem” (um dos melhores que já assisti), só que para objetivos fitness. No caso, seria quando você pratica alguma atividade física e chama uma ou mais pessoas para lhe acompanharem e essas chamam outras e assim por diante, formando uma verdadeira corrente. Com esse seu novo estilo de vida saudável você já deve ter influenciado várias pessoas a seguir seu exemplo, seguidores do insta, familiares, amigos...mas, quem você levaria para treinar com você que está precisando daquele incentivo?
A pessoa que eu mais pegava no pé resolveu dar uma chance para um novo estilo de vida recentemente, minha mãe. Agora minha luta com ela é mostrar o que é certo ou errado, incentivar para não faltar e conscientiza-la que tudo é um conjunto: atividade física + alimentação= autoestima elevada + saúde + disposição.



O que você diria àqueles que estão em busca de uma mudança de estilo de vida, mas que acabam esbarrando em suas próprias desculpas tais como: “nossa comida “saudável” é muito cara”, “estou com tanta preguiça”, “não consigo fazer nenhuma dieta” e a mais típica de todas: “não tenho tempo pra nada”? 
Eu acho que se você separar 1 horinha do seu dia para se dedicar a qualquer atividade física, seja ela musculação, corrida, pilates, natação, dança ou qualquer outra coisa que você se identifique, é muito pouco tempo comparado ao resultado que você vai obter: melhor qualidade de vida, boa autoestima, corpo e mente saudáveis, mais disposição, melhoria do padrão de sono e repouso e etc. Eu poderia citar inúmeros benefícios que combatem esses “pontos negativos” (falta de tempo, gasto, determinação), que na verdade não são pontos negativos, e sim desculpas.

Quer uma dica? Comece agora!  


0 comentários: