Motivação da semana: Você

09:18 Rafaela Marreiros 0 Comments

Começo este post com uma pergunta: o que lhe move?!
O que lhe move a levantar da cama todos os dias?!
O simples fato de que você “tem” que levantar da cama?!
O que lhe move a ir ao seu trabalho?!
Dinheiro? Sobrevivência? Obrigação ou Prazer?
O que lhe move a ir para a faculdade?!
Porque você tem que se formar em alguma coisa, não é mesmo?!
Mesmo que isso não seja sua vocação.
O que lhe move?!



Sempre entrevisto pessoas que tenham alguma história bacana e interessante com o esporte e que de alguma forma possam motivar vocês a praticar uma atividade física seja ela qual for. Mas, hoje não estou aqui para falar sobre esporte e sim para falar sobre a você.

Buscamos em tantas pessoas algo que nos mova, que nos inspire, que dê aquele empurrãozinho que faltava, mas acabamos por não ver quem deveria ser nossa verdadeira motivação: nós mesmos.


É difícil hoje em dia nos olharmos no espelho e elencar nossas virtudes e qualidades, é difícil hoje em dia apreciarmos nós mesmos. É fácil hoje em dia criticar o outro, mas é difícil hoje em dia pararmos para fazermos uma autocrítica. É mais fácil olhar para a grama mais verde e fazer comparações do que cuidar da sua própria grama.

E em uma sociedade que impõe modelos de conduta, modelos de relacionamentos, modelos de pessoas ao mesmo tempo em que convive com a própria hipocrisia é difícil buscar motivação em nós mesmos.

Hoje em dia, gosto de assistir filmes inspiradores, de ler histórias de pessoas que apesar da dura realidade conseguiram realizar seus sonhos. Isso me motiva a ir atrás dos meus. Hoje, gosto de me cercar de gente devibe positiva, que em uma conversa você sorrir mais que fala, que me falam a verdade enquanto tantos outros elogiam com mentiras, que me ajude a me motivar e que não importa o que aconteça sei que estarão lá when I need them.

Hoje, faça um exercício consigo mesmo. Se olhe no espelho e tente elencar cinco grandes virtudes que você tem. As escreva em um papel e cole em algum lugar que você as olhe todos os dias. Escreva frases de motivação para si mesmo. Tais como: “Eu quero, eu posso, eu consigo“, ou, “I am brave and fearless”.  Motive-se. Seja você mesmo seu exemplo de redenção e resiliência. Resiliência, a capacidade de voltar a seu “estado original”, após passar por uma situação difícil ou “fora do comum”. Exemplifique-se. Não está satisfeito com seu exemplo?! Então, mude-se, mova-se, “metamorfose-se”, saia da sua zona de conforto e sinta um pouco de desconforto, talvez isso lhe ajude. Ame-se. Ame o melhor de você e até seus piores demons.  Afinal de contas, você é uma dualidade. Para que saibamos que é dia precisamos da noite, não é mesmo?!


Ser sua própria motivação it’s a hard task my friend. Mas, motive-se. Tanto na claridade dos seus melhores dias quanto na escuridão dos seus piores. Pois, são nesses momentos que irão lhe perguntar:


O que lhe move?

0 comentários: